28 setembro 2010

Boca..... olhos....... e pés

Agora, terminando as minhas reflexões sobre o coração e Provérbios 4:23.....
Acho que guardar o coração tem muito a ver com gratidão. Quando estou a nortear as minhas acções por causa da opinião dos outros, há sempre algo de errado no que faço. Quando o que me move é gratidão, por aquilo que Deus fez por mim, é difícil não agir bem, acertando o Seu caminho.
Quem goste da comunicação e das ideias, e quer impressionar, quem goste de cultivar muito a sua imagem, dificilmente evita piadas pouco úteis ou ironias: Provérbios 4:24 chama isto a «tortuosidade da boca». Acho assustadoras as palavras de Jesus em Mateus 12:36: «de toda a palavra ociosa que os homens disserem, hão-de dar conta no dia do juízo». Quantas vezes não digo palavras destas?
Mas, quando estou agradecido de coração ao Senhor, não digo palavras ociosas. Nem consigo.
E os olhos (v. 25)? Como pastor, tanto me podem chamar a atenção as distracções da internet (quando estou à procura de comentários bíblicos - as cartas tarot, os sinais do zodíaco, imagens pornográficas, por exemplo) - como posso ser movido à inveja por notícias de uma igreja evangélica vizinha, de outra denominação, que está a celebrar mais baptismos mais do que a minha! Mas, quando «contemplo a rude cruz, em que por mim morreu Jesus», os meus olhos me irão induzir a cometer este pecados?
E os pés (v. 26)? Aqui diz «ponderar» .... não ouvir o «GPS» interno! Afinal ser guiado pelo Espírito de Deus pode ser uma atitude bem racional, e não só intuitiva.
E não se trata de uma voz do céu só individual: cabe perfeitamente o ouvir conselhos e reflectir de uma forma madura sobre a Palavra....
Estes serão alguns dos resultados de guardar bem o meu «coração».

1 comentário:

JSProduções disse...

Pastor ao ler seu post não pode de deixar de lembrar um versiculo que li a dias
Romanos 7:15 "Porque nem mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que prefiro, e sim o que detesto."
e realmente so guardando bem no coração as palavras de nosso Mestre

A Paz do Senhor