04 março 2009

Eu virtual - mais uma palestra no Canto da Rola



O 'chavalinho' no barril é real ou virtual?


Eu nunca fiz uma declaração de IRS em papel - foi sempre pela internet. Mas no ano passado aconteceu algo ainda mais interessante: recebi o reembolso por transferência bancária e descobri na internet, no site do meu banco.
(Só mais tarde é que recebi uma carta de papel com os detalhes.)

As minhas declarações de IRS e o reembolso são reais ou virtuais?


"Fiquei bastante amigo de dois rapazes [que conheci na internet]. Ajudei-os a ultrapassar alguns problemas, e vice-versa. Na altura do natal, fui à net para desejar bom natal ao pessoal, tinha uma mensagem do Dave, que me disse que o Paul tinha morrido num acidente de carro. ele estava de rastos. eu também, chorei durante dias, se já tiveste uma relação ‘próxima’ com um amigo na net sabes como é que é ouvir notícias assim pode doer que se farta. Passei as semanas seguinte a tentar confortar o Dave, dando o melhor para ser um amigo para ele enquanto ele sofria tanto." (2003)

Este sofrimento é real ou virtual?




As coisas parvas que se fazem na internet... Mas aquele grito é real ou virtual?



Estas e outras perguntas vão ser debatidas na seguinte palestra:


Eu Virtual

Sábado, 28 de Março

16h30

John Beswick Pallister
(assessor do GBU)

2 comentários:

ANDRÉ CAMPOS disse...

Parabéns pela iniciativa.
Estamos perante uma sociedade em mudança efectivamente!!
Estas semanas estamos a estudar lá na Igreja em Algés também o tema... demos-lhe o título de Second Life em consequência do tema tratado há algum tempo atrás na TSF "Segunda Pele" e alinhado com Efésios 6, em que como Filhos de Deus somos exortados a nos revestirmos da armadura de Deus.
Que Deus possa abençoar esse tempo.
Pena que calhe no mesmo dia do SOS Ingresso promovido pelo GBU, senão seria interessante ir até aí.
Muitas bençãos. Temo-vos no nosso coração.
André.

longobedience disse...

Olá André!

Obrigado pelas tuas palavras encorajadoras. Ficamos muito contentes de saber que o tema está a ser abordado na tua igreja.

É pena, de facto, a coincidência, mas assim sendo, um grande abraço e até outra vez! Bênção.